'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

14 março, 2008

E ontem à noite em Aveiro foi assim:

já é noite, o frio está em tudo o que se vê
lá fora ninguém sabe que por dentro há vazio
porque em todos há um espaço que por medo não se deu
onde a ilusão se esquece do que o medo não previu
já é noite o chão é mais terra pra nascer
a água vem escorrendo entre as mãos a percorrer
todo o espaço entre a sombra entre o espaço que restou
para refazer na vida no que o medo não matou

mas onde tudo morre tudo pode renascer
em ti vejo o tempo que passou
vejo o sangue que correu
vejo a força que me deu quando tudo parou em ti
a tempestade que não há em ti
arrastando para o teu lugar e é em ti que vou ficar

já é dia e a sombra está em tudo o que se vê
lá fora ninguém sabe o que a luz pode fazer
porque a noite foi tão fria que não soube acordar
a noite foi tão dura e difícil de sarar

mas onde tudo morre tudo pode renascer
em ti vejo o tempo que passou
vejo o sangue que correu
vejo a força que me deu quando tudo parou em ti
a tempestade que não há em ti
arrastando para o teu lugar e é em ti que vou ficar

mas eu descobri a casa onde posso adormecer
eu já desvendei o mundo e o tempo de perder
aqui tudo é mais forte e há mais cores no céu maior
aqui tudo é tão novo e o que pode ser amor

e onde tudo morre tudo volta a nascer
em ti vejo o tempo que passou
vejo o sangue que correu
vejo a força que me deu quando tudo parou em ti
a tempestade que não há em ti
arrastando para o teu lugar e é em ti que vou ficar

já é dia e a luz está em tudo o que se vê
cá dentro não se ouve o que lá fora faz chover
na cidade que há em ti encontrei o meu lugar
e é em ti que vou ficar.


A voz aqui e já agora aqui porque esta ao vivo ganhou a beleza da primeira vez.
Fome de mais.

8 comentários:

Incongruente disse...

" é em ti que vou ficar." mesmo não querendo e é em ti que vou pensar e assim vou vivendo. Gostei de ler, mas parei na imagem de cima, não sei algo me fez parar...

tufa tau disse...

de dia as sombras têm a vida que a luz lhe dá
na escuridão morrem onde o sol as fizer parar
hibernam na noite quente ou fria se a lua não está
e voltam a viver pela manhã pra nos acompanhar

Vanessa disse...

tenho de dar uma segunda oportunidade a este rapaz. zanguei-me com ele e não sei porquê... :p eheheheh! coisas que não se explicam... beijinhos*

Por entre o luar disse...

:) Gostei bastante.. muito giro mesmo:) boa scolha aliás como sempre:P

Beijinho e sorriso*

Rui disse...

deu-me um encontrão à saída do concerto dos Cure... :)

Andreia Ferreira disse...

Rui: Ai que inveja!!! eheheheh

Por entre o luar: Beijinho :)

Vanessa: Então tu chateaste-te com o rapaz? Conta-me tudo! :D *

Tufa Tau: Bonito :) **

Incongruente: A Katia Chausheva tem destas coisas ;) **

Canelita disse...

Aiiiiiiiiiiiiiii
Que enveja!...pensar que estive a um passo de partilhar isso contigo!
Adorei vir cá e levar também um bocadinho Dele!:)
Obrigada e beijinhos

Maria del Sol disse...

Desde os tempos dos Toranja que este rapaz nos tem presenteado com canções que deviam ir direitinhas para antologias de poesia. Se a isso ainda se junta a voz duma simplicidade desarmante estão reunidas as condições para derreter vários corações. ;)

Beijinhos!

Arquivo do blogue