'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

09 fevereiro, 2008

O sol


E hoje apetece-me esta certeza:


I believe in you and me
I'm coming to find you
If it takes me all night
Wrong until you make it right
And I won't forget you
At least I'll try
And run, and run tonight
Everything will be alright
Everything will be alright
Everything will be alright
Everything will be alright



I was out shopping for a doll
To say the least, I thought I've seen them all
But then you took me by surprise
I'm dreaming bout those dreamy eyes
I never knew, I never knew
So take your suitcase, cause I don't mind
And baby doll, I meant it ever time
You don't need to compromise
I'm dreaming bout those dreamy eyes
I never knew, I never knew
But it's alright...


Everything will be alright
Everything will be alright
Everything will be alright
Everything will be alright


The Killers
Foto: Ricardo Tavares

11 comentários:

Vanessa disse...

oh yeahhhhhhh! :p

musalia disse...

tudo ficará bem, a vida encarrega-se disso :)

~pi disse...

of course of course of course ...

every thin g!! :)

rosasiventos disse...

...de dizer amor meu
o instante e dizer não morras que te amo
agarra-te a mim
que a pedra não seja maior do que a tua carne
danças tão bem
não permitas que a sombra te tome toda...

Vertigo disse...

Everything will be alright :)

Um beijo**

Eyes wide open disse...

E que tudo fique mesmo alright!


*

Rui disse...

Não deu por nada. Estava com os olhos postos nas copas das árvores e as ideias para lá das nuvens. A mão veio à superfície, silenciosa e apanhou-a pelo tornozelo. Não estava fria como a água, antes quente como o sangue. Puxou-a lentamente para dentro de água e ela deixou-se ir. Everything will be alright. As palavras ecoaram dentro de si e ela acreditou. Debaixo de água, ela conseguia ver ainda as nuvens e as copas das árvores.

Por entre o luar disse...

Beijinho sorridente=P

:) sooollll:D and lua:D brilho perfeito:), amor impossivel:)

Pedro Branco disse...

Sempre que o rio me molha os pés me sinto de novo reflexo de todas as palavras. Em correntes de ir e vir. Entre mim e os outros. Sem parar. Sem desaguar. Que todas as águas se regressam nos olhres poderosos de quem sente. E vê. O rio. Que molha os pés...

Andreia Ferreira disse...

Rui e Pedro: Tudo belo. Muito! :) Um beijo grande!

Andreia Ferreira disse...

Aos restantes, que as certezas sejam verdades :) Um beijinho enorme!! :)

Arquivo do blogue