'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

12 fevereiro, 2008

Wake me up


A Primavera trouxe pendurados nas copas das árvores pedaços de memórias tuas. Mas dentro de mim vive ainda uma estação que desconheço. Que não muda com a chegada das primeiras flores ou com o canto dos pássaros pela manhã. Procuro-te ainda em todos os rostos, em todas as coisas. És uma sombra que me cobre com o seu manto e me faz manter as janelas fechadas. Tenho medo da luz. Medo que ela não te devolva como te devolve ainda o meu sono.
Foto: June Miller

17 comentários:

~pi disse...

a pesar o medo,,,

rosasiventos disse...

palavra alguma


saía nenhum corpo


nenhum vazio

Nina disse...

Lindo...

Por entre o luar disse...

sem palavras:) sentimento ao rubro=P

beijinho e sorrisO:)

Flávia Vida disse...

essa mesma primavera, a das flores de cores variadas e perfumes inebriantes, pode trazer também em suas brisas leves de fim-de-tarde um novo amor.um amor diferente.um amor eterno.um amor verdadeiro.

lindo!
beijos coloridos
:)

Abssinto disse...

A Espera e a Esperança.

Persiste.

bj

D. Maria e o Coelhinho disse...

O MEU COELHINHO TAMBÉM É
"sombra que me cobre com o seu manto" .

D. MARIA

nils disse...

Parabéns pela escolha das imagens, das músicas e das palavras de outros. Obrigado pelas palavras que aqui escreves, pelas que pousaram na minha página, pelo atalho entre nós...

Esquissos disse...

Hoje só descubro blog fantásticos... um deles é o teu!

Bjs
Jane

Spectrum disse...

és fantástica com as letras...
Um beijinho A.

Walter disse...

Soberbo.Simplesmente fantástico...adorei
walter

un dress disse...

primavera de frutos incertos

...e porém...





abraÇo

Eyes wide open disse...

Perfeito...


*

Lord of Erewhon disse...

Já tás na Primavera? :)

Tinta no Bolso disse...

o medo mata mais do que a morte

Maria del Sol disse...

Pode ser primaveram em qualquer altura do ano, basta que algo nasça no coração. Que a tua chegue depressa :)

Beijinhos, e desculpa a ausência prolongada, mas ultimamente tenho tido pouco tempo para andar pela blogosfera.

Andreia Ferreira disse...

Obrigada a todos pela presença :)

(Maria, nada a desculpar!)

Beijinho grande!

Arquivo do blogue