'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

02 novembro, 2007

Em jeito de obrigada

O amor à poesia não se aprende - nada do que é verdadeiramente fundamental na vida se aprende - mas pode contagiar-se.

Assim me apaixonei pelos livros - pela noite que nele nos invade, quando os abrimos, pela noite que nele nos resiste, depois de lidos, relidos e fechados. Pela noite que nos prossegue, incansável entre as palavras sem dono, escritas da ausência para a ausência.

[Inês Pedrosa]


Para ti, Flávia, menina doce do outro lado do mar, e para ti Vanessa, amiga de momentos reais, o meu obrigada pela lembrança e pelo carinho oferecido em forma de Certificado de Melhores Momentos Virtuais.


Não queria quebrar a corrente, mas não consigo escolher só cinco - e olhem que eu tentei mesmo. Todos os que estão aí ao lado, por uma ou por outra razão, me fazem levantar da cadeira e voar.


Um beijinho a todos. todos.



[Fotos: Katia Chausheva]

13 comentários:

V disse...

Vai-te, Poesia!

Deixa-me ver a vida
exacta e intolerável
neste planeta feito de carne humana a chorar
onde um anjo me arrasta todas as noites para casa pelos cabelos
com bandeiras de lume nos olhos,
para fabricar sonhos
carregados de dinamite de lágrimas.

Vai-te, Poesia!

Não quero cantar.
Quero gritar!


José Gomes Ferreira

Abssinto disse...

Agradeço-te muito. Pela tua companhia, pela tua atenção... beijo

Por entre o luar disse...

ola:) Ja tava com saudadinhas deste textos lindos:) Que embora não sejam teus, acabam por ser sempre teus, fazem parte das tuas escolhas e por consequinte definem a tua personalidade:P

Beijo grande**

Anónimo disse...

http://www.bloguedasartes.blogspot.com/

torna-te socia disto, andreia;)

fazes falta.

ate ja:)

V disse...

E sabes que na banda sonora do longo curso da TAP vem uma canção que te é dedicada? :)


Menina Dos Olhos De Água
Pedro Barroso

Menina em teu peito sinto o tejo
E vontades marinheiras de aproar
Menina em teus lábios sinto fontes
De água doce que corre sem parar
Menina em teus olhos vejo espelhos
E em teus cabelos nuvens de encantar
E em teu corpo inteiro sinto feno
Rijo e tenro que nem sei explicar
Se houver alguém que não goste
Não gaste, deixe ficar
Que eu só por mim quero te tanto
Que não vai haver menina para sobrar
Aprendi nos 'esteiros' com soeiro
E aprendi na 'fanga' com redol
Tenho no rio grande o mundo inteiro
E sinto o mundo inteiro no teu colo
Aprendi a amar a madrugada
Que desponta em mim quando sorris
És um rio cheio de água lavada
E dás rumo à fragata que escolhi
Se houver alguém que não goste
Não gaste, deixe ficar
Que eu só por mim quero te tanto
Que não vai haver menina para sobrar

Andreia Ferreira disse...

V.:
:) :) :) Bom, confesso que já conhecia (sabes aquela coisa estúpida de pôr o nome do teu blog - ou de outra coisa qualquer - no google para ver o que aparece? Fiz isso no outro dia, e apareceu-me este texto do Pedro Barroso). Só não sabia que fazia parte da banda sonora do longo curso da TAP... Bem, espero que seja audível...

:):) Beijinho!

Abssinto:
Ohh... obrigada eu! :) Beijo!

Por entre o luar:
Olá!! Sabes que também eu já estava com saudades? :)
Outro beijinho enorme para ti!

Anónimo:...
Já espreitei o blog. Parece-me um projecto muito muito interessante! Sinto-me honrada com o convite, com as palavras, que agradeço!
Mas já agora, o convite é de quem? :)

Beijinho!

****

Vertigo disse...

Obrigada querida,também me fazes grande companhia,com este teu lugar especial.. Bisou**

PostScriptum disse...

Confesso que esta simples mas sentida forma de dizer as coisas me tocou profundamente. És um ser especial.
Beijinhos, A.

Vanessa disse...

Amiga de momentos reais e abençoada por ter um ser tão especial a pairar nas horas alegres ou tristes dos meus dias. É óbvio que além de proporcionares alguns dos meus melhores momentos virtuais, os transportas ainda mais sentidos para a minha [ nossa ] vida real...

Obrigada eu. És mesmo especial. E tenho dito. :)

Beijinhooooooooo! Plim! *

Andreia Ferreira disse...

Vertigo:
Que bom! :)

PostScriptum:
Ohhh... Não sou nada especial. Nem sei se gostaria de ser... mas obrigadaaa! **

Vanessa Cristina:
Repito: não sou especial! São os teus olhos ;) (Espero que sejam mais horas alegres!)

Beijinho!!

Flávia Vida disse...

beijos doces daqui deste lado do mar

:)

Scoya disse...

Belas fotografias, bonitas palavras e música fenomenal...Que mais poderia um leitor pedir?
Um beijinho :)

Scoya disse...

Belas fotografias, bonitas palavras e música fenomenal...Que mais poderia um leitor pedir?
Um beijinho :)

Arquivo do blogue