'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

22 janeiro, 2009

Da nova decoração

Kannisto
.
.
.
.

substituiu a tartaruga de pelúcia na mesinha de cabeceira por uma agenda furiosamente preenchida. não suporta sequer um minuto de silêncio quando ele não está.
.
.
.
.

6 comentários:

diana disse...

Quando o amor não preenche o vazio, há uma necessidade no ser humano de o preencher por algo que não seja silêncio e que não tenha tanto o sabor do vazio.

José Alexandre Ramos disse...

então a tartaruga? essa agenda é egoista... ;)

Andreia disse...

josé, possessiva :) a tartaruga ficou em cima da pilha de livros ao lado :) beijinhos.

diana, é mais o medo do abismo. beijinhos.

Canelita disse...

Acho que essa tartaruga também podia acabar com o silêncio, ou não?:)
Gosto muitoooooooo, dessa tua agenda...que ela te faza ainda mais feliz e encha de luz os dias cinzentos como hoje!
Beijinhos

pin gente disse...

há que aprender a gozar os momentos. os cheios, os vazios e os meio cheio, meio vazios!

um beijo

Andreia disse...

pin gente, sim, tornando-os cheios, ainda que com pouca coisa. beijinhos.

canelita, invejosa, querias uma igual, eu sei!!! :))) sim, faz :) Beijinhos borboleta!

Arquivo do blogue