'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

14 agosto, 2008

.
.
.
"Não se prende o amor com pregos, ao coração. Daí a fragilidade"
.
[Gonçalo M. Tavares]
.
.

14 comentários:

comboio turbulento disse...

o amor só está colado ao coração enquanto dura a paixão (que é uma espécie de cola natural feita de loucura). depois, uma ligeira arritmia é o suficiente para o fazer cair ao chão e partir-se.
No entanto, tem a beleza do cristal e das bolas de vidro colorido com que se decoram as árvores de Natal: há que o tratar com jeitinho para que não se quebre

comboio turbulento disse...

o amor só está colado ao coração enquanto dura a paixão (que é uma espécie de cola natural feita de loucura). depois, uma ligeira arritmia é o suficiente para o fazer cair ao chão e partir-se.
No entanto, tem a beleza do cristal e das bolas de vidro colorido com que se decoram as árvores de Natal: há que o tratar com jeitinho para que não se quebre

SombrArredia disse...

Este Gonçalo M. Tavares cada vez mais me espanta com a sua escrita !!!
É BRUTAL ESTA FRASE!

SombrArredia disse...

Este Gonçalo M. Tavares cada vez mais me espanta com a sua escrita !!!
É BRUTAL ESTA FRASE!

Por entre o luar disse...

U nunca se irá pregar, pois o amor é um sentimento tão complexo que nem assim ele seria preso..:S por isso mais vale deixá-lo livre... beijoO*

Por entre o luar disse...

U nunca se irá pregar, pois o amor é um sentimento tão complexo que nem assim ele seria preso..:S por isso mais vale deixá-lo livre... beijoO*

S. disse...

Não se prende o amor a lado nenhum...é deixá-lo vaguear, suspenso e guiá-lo discretamente com fios de nylon presos às pontas dos dedos.
Excelente escolha, já tinha saudades dos teus momentos :)

Andreia Ferreira disse...

s., o mérito é todo do gonçalo... :) beijinho.

por entre o luar, se não houver opção... :) beijinho.

SombrArredia, sim, também gosto cada vez mais dele! beijinho.

comboio turbulento, mas o amor não deveria ser ainda mais forte do que a paixão? beijinho.

Flávia Vida disse...

muito verdade isso ...
e bota fragilidade nisso ...

mesmo triste , é lindo.
a tristeza é insipradora, diga-se de passagem ...

beijinhos e saudades menininha de olhos mareeejados
:*)

Pedro Branco disse...

Sim. O amor é frágil. Se é...

diana disse...

O amor é um bichinho selvagem, não gosta que o prendam. E ninguém conseguirá jamais prendê-lo. E daí a sua fragilidade.

Ana disse...

[suspiro]
até parece que me espetaram agora um prego no coração

*

Andreia Ferreira disse...

ana, oh, espero que não tenha feito nenhuma ferida. :) *

diana, eu gostava de o prender. beijinho.

pedro, sim, é. ainda bem, acho. senão ninguém trataria dele como deve ser. :)) *

flávia, saudades tuas também :) beijinho.

nils disse...

Gonçalo M. Tavares é o maior escritor da nossa geração. Para mim...

Arquivo do blogue