'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

10 março, 2008

She's only happy in the sun *

Foto: Maria José Amorim

Era uma manhã encoberta de sábado quando te desenterrei dos mortos com a abertura de uma velha caixa de CD.

***

Explica-me,

por favor,

se nunca chegaste a partir,

como é que pudeste regressar?

O amor (não) existe


***
O amor é a alegria acompanhada de uma causa exterior, Maria Gabriela Lhansol
***
[And I want sunshine back]
* Ben Harper

15 comentários:

MJ disse...

eu tambémmmm :)
quero que o sol regresse, em todas as suas formas possiveis e imaginárias...cansada deste inverno ;)

beijinho
MJ

Bruna Pereira disse...

Um raio de sol dá anos de vida.
Eu sei... :)

Rui disse...

O sol numa caixa de música.

Vanessa disse...

esta música.

(...)

adoro. adoro. adoro.

beijinho*

e vou mas é levar um raio de sol aí para a menina dos olhos de água! vai escondido no guarda-chuva, clandestino. :)

Flávia Vida disse...

ah o sol ...
o céu azulado ...
os dias mais coloridos nascem azuis, não é mesmo??? [bom d´eu colocar no casulo essa frase]

um beijo azulado e dourado como o sol
:)

ps: os dias indigestos são aqueles que não são coloridos e portanto não nascem azulados :,(

ninguém disse...

Como diz um amigo meu, não há noite que dure para sempre, mesmo que às vezes pareça, porque nunca houve na história do mundo um novo dia que não começasse com uma nova manhã...

Gostei do blog. :)

Abraço

ninguém disse...

Como diz um amigo meu, não há noite que dure para sempre, mesmo que às vezes pareça, porque nunca houve na história do mundo um novo dia que não começasse com uma nova manhã...

Gostei do blog. :)

Abraço

un dress disse...

mesmo sem causa exterior

pode o amor amar?






~

~pi disse...

estes antónios...valha-nos deus!

e estes dead boys...

are they dead!!?

Sombr|A|rredia disse...

Fatal...

Por entre o luar disse...

Beijinho menina dos olhos de água:)

E o amor existe sim.. temos é que dar tempo ao tempo.. porque o tempo nunca pára:)

Sorriso*

joão marinheiro disse...

Vim a descansar. Aqui.
Abraço a imaginar o mar a esta hora.

Andreia Ferreira disse...

João: O mar... :) Se soubesses o quanto ela significa para mim... Outro abraço para ti!!

Por entre o luar: E será que não podemos destruir todos os relógios do mundo quando virmos que ele está exactamente onde queriamos que ele ficasse sempre?... Eu gostava! :) Beijinho!

Sombr|A|rredia : Definitely

~PJ: They are alive. Thanks god :p

Un dress: O amor não sei. Nós, sim!

Ninguém: grande amigo esse :) E muito bem vindo!! Beijo!

Flávia: Nascem cinzentos, não é? Mas eu decidi que quando isso acontecer vou pegar nos meus pinceis imaginários e pintá-los. Porque o mundo é a cores, ainda que às vezes não pareça (tentativa mais ou menos bem sucedida de ser optimista :) ) Um beijinho grande também para ti!!

Vanessa: Oh, que lindo :) Estou à espera. hihihih! **

Rui: Apanhei-o :)

Bruna: sim menina, eu sei que tu sabes ;) Que bom!!

MJ: Vai regressar! (tenho destas certezas quando está um dia bonito como o de hoje) :) Beijinho

Carla disse...

tão lindo este teu espaço onde as palavras abraçam as imagens

Andreia Ferreira disse...

Ohhhh, obrigada :) E bem vinda!!!

Arquivo do blogue