'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

31 janeiro, 2008

Dizem que a paixão o conheceu



dizem que a paixão o conheceu
mas hoje vive escondido nuns óculos escuros
senta-se no estremecer da noite
enumera o que lhe sobejou do adolescente rosto
turvo pela ligeira náusea da velhice



conhece a solidão de quem permanece acordado
quase sempre estendido ao lado do sono
pressente o suave esvoaçar da idade
ergue-se para o espelho
que lhe devolve um sorriso tamanho do medo


dizem que vive na transparência do sonho
à beira-mar envelheceu vagarosamente
sem que nenhuma ternura nenhuma alegria
nunhum ofício cantante
o tenha convencido a permanecer entre os vivos


Al Berto
Foto: Bubbles

8 comentários:

Tinta no Bolso disse...

o al berto é(ra) especial

Spectrum disse...

Adoro Al Berto. Mas gosto tanto de te ler a ti! Claro que é bom recordar e relembrar os mestres - Al berto era-o -, mas não se corre o risco de nos minimizarmos? A tua escrita é fantástica. Então miúda?
Prefiro ler-te.
Beijos

un dress disse...

corre neste mar

e aqui neste rio

tão

mas tão

vidrada

a

melancolia!



.

Andreia Ferreira disse...

Un dress: Sim, melancolia é coisa que não falta. Venha a Primavera depressa... Beijinho.

Spectrum: Mas eu sou muito muito menor do que o Al Berto. Aliás, a cometer o erro de comparar, simplesmente não sou... ;) Por isso, não há risco nenhum! Também gosto muitissimo dele!
E eu, ando com muito pouco a dizer :) Beijo!

Tinta no Bolso: Sim! :) ***

Por entre o luar disse...

acho que já sabes a minha opinião;)

lindo* magnifico...espectacular=P

beijinhos grandes e sorriso:D

© Piedade Araújo Sol disse...

Al Berto

Um dos meus preferidos.

O livro dele "O MEDO" é muito bom.

Beijo

Mateso disse...

O olhar no tempo da vida.
Sentido e tão, tão olhado de luz.
Bj.

Sombr|A|rredia disse...

..Como sempre Al Berto no seu melhor!
Gostei do teu blog :)

Arquivo do blogue