'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

24 dezembro, 2007

Christmas


E a paragem do tempo para se ser feliz em casa.


Bob tremia a aproximou-se mais da régua. Teve por um momento a ideia de agredir Scrooge com ela, enquanto o segurava e pedia socorro para o pátio e um colete de forças.
- Feliz Natal, Bob! - disse Scrooge, com uma sinceridade que não podia ser confundida, enquanto lhe dava palmadinhas nas costas. - Desejo-te, meu bom amigo Bob, um Natal mais feliz do que aqueles que te tenho dado de há muitos anos! Vou aumentar-te o salário e comprometer-me a ajudar a tua necessitada família e esta tarde discutiremos acerca de negócios, em frente duma tigela de Natal com ponche fumegante, Bob! Acende os fogões e vai comprar um balde de carvão antes que o Diabo esfregue um olho, Bob Cratchit!

Scrooge excedeu as suas promessas. Fez tudo e infinitamente mais e para o pequeno Tim, que NÃO morreu, foi um segundo pai. Tornou-se um bom amigo, um bom patrão, um bom homem, como toda a boa cidade sabia ou qualquer outra boa cidade, vila ou lugar do nosso bom mundo. Alguns riam-se da sua modificação, mas ele deixava-os rir e pouca atenção lhes prestava, porque era suficientemente sensato para saber que nada de bem acontecia neste mundo sem que as pessoas lhe troçassem, a princípio; e sabendo que esses, de qualquer forma, seriam sempre cegos, pensou igualmente que podiam fazer rugas de tanto rir ou apanhar a doença com forma menos atraente. O seu coração ria e isso era quanto lhe bastava.
Não voltou a ter contactos com os espíritos, mas viveu, a partir de então, em voto total de abstinência e dele sempre se disse que sabia como conservar o Natal, se é que alguém possuia essa sabedoria. Que isso possa ser dito de nós! E, tal como dizia o pequeno Tim: que Deus nos abençoe a todos!


Charles Dickens


[Foto: Carlos Pedro]

13 comentários:

Por entre o luar disse...

Bem... so podia ser uma escolha sua:) texto lindo** Adoro vir ca**

Um enorme beijinho sorridente e FElizz Naatal...:P

Maria del Sol disse...

Boa escolha, o melhor do Natal é mesmo sentirmo-nos mais perto uns dos outros :)

Apesar da minha presença ser apenas virtual, os votos dum Natal feliz são bem reais!

Um grande beijinho.

musalia disse...

lindo conto de natal, lembro bem:)
um beijo e...Feliz Natal!!

Abssinto disse...

Ah! esta pequena pérola! "conservar o Natal", o que é preciso.

beijo

Andreia Ferreira disse...

Feliz Natal a todos também!! Um beijinho grande!

~pi disse...

:) o riso. do coração.

joão marinheiro disse...

A foto de uma ternura...
Abraço com mar.

NINGUEM disse...

:)

un dress disse...

chegar nU corpO a b e r t O




cheGar



como quem danÇa


como quem teCe


como quem




redOndaMente



se amanheCe







.2008. beijO

Vertigo disse...

Bom Ano Novo,menina :)

Bisou

Andreia Ferreira disse...

Bom ano para vocês também!!! Especialmente para ti, menina ;)
weeeeeeeee... mal posso esperar mesmo por um ano novo :)

Beijinhos

© Piedade Araújo Sol disse...

Andreia
Que o ano de 2008 seja um Ano bom, para ti.
Fica um beijo de amizade levado por um qualquer vento!

Spectrum disse...

Bem, espero que tenhas tido o "tal" Natal, Andreia.
Que o ano de 2008 seja para ti o ano da consagração, da saúde, da paz e da felicidade.
Beijos

Arquivo do blogue