'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

06 setembro, 2007

A confirmação

"E o príncipe de calicatri disse-me que em todos os países do mundo, mesmo nos mais distantes, as crianças, quando caminham nos passeios, tentam não pisar os riscos das pedras. Se as pedras forem quadradas, rectangulares, as crianças de todos os paises do mundo caminham, tentando assentar o pé apenas no seu interior, sem pisar os riscos. Como se os riscos tivessem um veneno, como se não fosse certo pisar os riscos que separam as pedras do passeio. Lembrei-me disso porque aquelas crianças eram iguais a mim quando eu era uma criança e, em manhãs de Julho, brincava e ria."
[Sempre soube que nunca o tinha deixado de ser. Ainda bem!]
Excerto: Uma Casa na Escuridão, José Luís Peixoto
Foto: Azevedo

2 comentários:

Manuelinho disse...

A escolha - feliz - do texto marca-te indelevelmente como a tal menina dos olhos d´água.
Bjs

Vanessa disse...

:)

Arquivo do blogue