'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

05 novembro, 2008

Oana Cambrea
.
.
.
.
a penumbra é o tempo que encerra os limites.
não saber onde acaba o meu corpo e começa o teu.
.
.
.
[Foto: Oana Cambrea]
.
.

8 comentários:

marta (doavesso) disse...

gostei muito.
um beijo

as velas ardem ate ao fim disse...

Adorei!

Andreia Ferreira disse...

um beijinho às duas. e obrigada.

Vanessa disse...

colei nesta foto... :D

canelita disse...

que verdade tão bonita e tão dolorosamente boa de sentir!:)

diana disse...

Delicioso este post.

Ana disse...

hmmm :D [escreves duma forma deliciosa;)] beijo*

Andreia Ferreira disse...

obrigada, ana :) beijinho

obrigada também, diana. kisses

bonita, sim. beijinhos, borboleta.

vanessa, vá, rouba. :))) beijinhos.

Arquivo do blogue