'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

29 setembro, 2008

Às vezes, o teu silêncio

.
.
.
Me gustas cuando callas porque estás como ausente,
y me oyes desde lejos, y mi voz no te toca.
Parece que los ojos se te hubieran volado
y parece que un beso te cerrara la boca.
.
Como todas las cosas están llenas de mi alma
emerges de las cosas, llena del alma mía.
Mariposa de sueño, te pareces a mi alma,
y te pareces a la palabra melancolía.
.
Me gustas cuando callas y estás como distante.
Y estás como quejándote, mariposa en arrullo.
Y me oyes desde lejos, y mi voz no te alcanza:
déjame que me calle con el silencio tuyo.
.
Déjame que te hable también con tu silencio
claro como una lámpara, simple como un anillo.
Eres como la noche, callada y constelada.
.
Tu silencio es de estrella, tan lejano y sencillo.
Me gustas cuando callas porque estás como ausente.
Distante y dolorosa como si hubieras muerto.
Una palabra entonces, una sonrisa bastan.
Y estoy alegre, alegre de que no sea cierto.
.
.
[Poema XV - Pablo Neruda]
.
.
.

10 comentários:

comboio turbulento disse...

Os silêncios são o mais difícil de gerir: no teatro pelos actores, nas relações afectivas e na vida em geral. Por isso me fascinam tanto!:)E como o silêncio está tão perto da música!

S. disse...

Este livro é um poço sem fundo :)
Excelente escolha, como sempre...

há milhares de silêncios...gostava de os saber escrever a todos...

Vanessa disse...

uma pessoa muito especial na minha vida dedicou-me, certa vez, este poema. guardo-o como se fosse um tesouro. :)

Moura Aveirense disse...

Neruda, uma maravilha...

M. disse...

reler neruda é sempre bom, seja a que horas for.

Canelita disse...

Já te tinha dito que amo Neruda? Ler-lo é um deleite para a minha alma.
E este, sem dúvida, um dos meus favoritos dele...mas tem tantos mais lindos!
Beijinhos

CNS disse...

Escolha tremenda... e linda. :)

um beijo

Mateso disse...

Eyerno Neruda nas palavras e sobretudo nos grandes silêncios.
Bj.

Andreia Ferreira disse...

sim, mateso :) beijinho.

cns, o neruda é lindo! :) beijinho.

sim, já tinhas dito, canelita. eu também gosto muito dele. aliás, anda a apetecer-me comprar todos os livros dele. depois empresto-te... :))) beijinho

m., é verdade, embora eu prefira a noite. beijinho

Andreia Ferreira disse...

uma maravilha e um génio... :)

vanessa, és uma sortuda... :) beijo

s, às vezes eu gostava de os entender a todos... obrigada. beijinho.

comboio turbulento, e está perto do coração... :) beijinho

Arquivo do blogue