'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

16 setembro, 2008

.
.
.
.

A beleza dos teus olhos fechados, das tuas pestanas negras e compridas, não cabe nas palavras.
.
.
.
.
Just as your eyes are closing
There was something that I meant to say
Like falling from my heart
But I don't know how
Before you close your eyes
I don't know how
.
[Tindersticks]
.
.
.

11 comentários:

diana disse...

Lindo post.

Ana disse...

que palavras tão belas Andreia :)

S. disse...

E a beleza das tuas doces palavras não me cabem nos olhos.

Gosto tanto de passar aqui, deixo-te um abraço :)

Andreia Ferreira disse...

s., oh, obrigada. devolvo-te o abraço. beijinho.

um abraço também para ti, ana! :) *

obrigada, diana. beijinhos!

Nogs disse...

Que frase magnífica.

Ai, como as palavras pintadas de amor são tão mais belas.

Beijooo

Blood Tears disse...

Há belezas, que o sendo ou não, o são para nós de forma tão intensa, que o não conseguimos expressar....

Blood Kisses

M. disse...

bonito

Andreia Ferreira disse...

m., obrigada :) *

blood tears, sim, sob pena de a estragar... beijinhos.

nogs, as palavras, os gestos, o mundo :) obrigada. beijinho

sou eu disse...

contente por a sentir tão feliz quanto eu...

L. M. disse...

A beleza (qualquer que seja) nunca cabe nas palavras. Uma pena...

Andreia Ferreira disse...

l.m., nem a beleza, nem o amor, como canta a Joana Amendoeira: "um grande amor não cabe num verso (...) porque diz mais o beijo do que diz a boca" :) beijinhos

sou eu, obrigada :) beijinho

Arquivo do blogue