'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

15 julho, 2008

Sobre o regresso

.
.
talvez tenhas fechado os olhos vezes de mais. apesar do sol começar a entrar em jorros de luz tímidos pela janela do teu quarto, sabes que uma parte do teu coração se apagou para sempre. e nem a luz quente da manhã o voltará a acender.
.
.
.

13 comentários:

diana disse...

Se a luz quente da manhã não voltar a acender uma parte, há que manter viva e vem quente a outra parte. E, sim, muitas vezes fechamos os olhos vezes de mais.

Fafa disse...

Bárbaro e muito lindo o blog
Identificação total.
Fafa

Por entre o luar disse...

Infelizmente revejo-me tanto nas palavras..:S:S

Beijinho e sorrisO*

Andreia Ferreira disse...

por entre o luar: olha, como diz a Diana, há que manter viva e quente a outra parte. :) Beijinho!

fafa: obrigada :) beijinho

diana: como se pode ler um bocadinho acima, acho que tens toda a razão. :) Beijinho.

Anónimo disse...

Por vezes, tudo é recuperável com algum esforço. Mas há quem não tenha cura, mesmo com todo o sol do mundo a bater-lhe nos olhos.
Beijo.te

verdades_e_poesia disse...

Depende da metade acesa do outro lado da barricada. Por vezes despertam-se coisas que nunca se sonharia... (mas só por vezes) Beijos

mAmAdA_mAn disse...

adooooooooooooooooooooramos o teu blog




www.motoratasdemarte.blogspot.com

Pedro Branco disse...

Pronunciei tantas vezes o teu nome que a minha boca secou. Nem a luz dos meus olhos se deixou encontrar. Nem a cor da tua pele se reflectiu. Quis-me perdido por entre as amarras de nós e distraí-me. As palavras perderam-se no vento mas o mundo não as ouviu. Porque o teu nome só eu sei pronunciar ainda...

Andreia Ferreira disse...

pedro, ela não falava do lado esquerdo do coração, mas do direito, se é que o podemos dividir assim. mas a tua interpretação é bonita. :) *

mamada_man, thank you. :) *

verdades_e_poesia, quando existem ligações entre as duas. talvez, sim. *

anónimo, a minha avó, sábia como é, diz que há cura para tudo, menos para a morte. :))) *

Anónimo disse...

a tua avó era inteligente, a minha também

Andreia Ferreira disse...

a minha avó É inteligente. felizmente ainda é viva! espero que por muito tempo. *

S. disse...

terá um abraço o pder que falta a essa luz quente da manhã?

Bjo*

Andreia Ferreira disse...

s., um abraço é a luz quente da manhã :) *

Arquivo do blogue