'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

08 julho, 2008

Noite de pesadelos

andreaa anghel
.
.
quando o medo se nos apega à pele não há fogo ou sol ou canto de pássaros ao entardecer que o destrua. porque estamos presos às raízes da infância. no caso dela, ao medo das palavras gritadas do outro lado do telefone. e nem mesmo o barulho das ondas ao fundo a salvou do sangramento diário do coração.
.
.
[Foto: Andreaa Anghel]
.

11 comentários:

Anónimo disse...

quando o medo se nos apega à pele não há fogo ou sol ou canto de pássaros ao entardecer que o destrua
belo pensamento. escreves bem. beijo.te a pele

diana disse...

Fantástico. O medo é das piores coisas que existem no mundo.

Pedro Branco disse...

Todos os dias me salvo no medo doce do futuro. Essa inquietação que nos sangra e nos abre bem os olhos para sorrir. Esse fogo que em nós corre porque também será foz. O medo é o eterno sabor da nossa existência. Se deixarmos...

Vanessa disse...

you make me happy and i hope you feel the same...

conheces? :p esta é a minha música secreta contra o medo. faz-me lembrar a infância a correr de braços abertos. a infância feliz que de vez em quando fugia e se escondia por detrás das palavras gritadas frente-a-frente. ainda hoje a canto. se quiseres, canto-a contigo... comigo funciona... :)

(escreves tãooooo bem, menina*)

beijinho

Andreia Ferreira disse...

vanessa, :) (não é preciso dizer mais nada, pois não?!) abraço!

pedro, eu tenho é medo do passado. que por muito que mude de fechaduras, me bate sempre à porta... beijinho.

diana, é verdade... beijo.

anónimo, obrigada. beijinho

Por entre o luar disse...

O medo é o pior defetio que podemos ter... falo por experiencia própia, às vezes gostava de não sentir medo, de encarar a vida de uma maneira mais leve e sem pudor de nada.. sinceramente penso que seria mais feliz:S

Beijinho grande** e adorei como sempre:)

S. disse...

e ela, queria ser salva do medo?

Andreia Ferreira disse...

s., acho que ela foi tentando tudo para se livrar dele. por isso, acho que queria mesmo ser salva... *

por entre o luar, acho que às vezes o medo se transforma mais numa característica e deixa de ser apenas um defeito. mas sim, sem ele seríamos mais felizes. mas acho que também, no fundo, mais pobres. beijinho :) *

Mateso disse...

O medo... é a face obscura do crescimento. Depois, um dia. pula e constringe o presente. O medo, porém também tem medo, sempre que a vontade varre a escuridão da incerteza.
Bj.

Queen Frog disse...

...outch!

Andreia Ferreira disse...

queen frog: :) beijinho.

mateso: "o medo também tem medo" ... tão querida. olha, fizeste-me sorrir. :) beijinho

Arquivo do blogue