'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

04 julho, 2008

.
.
"O telefone soluça como um bebé e, dentro de mim, o teu nome. Vozes de crianças por trás e tudo de súbito fácil, perfeito. Não sei bem o que digo, não sei bem o que oiço. Limito-me a afogar-me em ti, como no mar."
.
[António Lobo Antunes]
.
.

7 comentários:

Mateso disse...

Sentir expandido... Belo e humano
Assim seja.
Bj.

Por entre o luar disse...

Lindo perfeito e perfeito como sempre:)

Beijito e sorriso*

diana disse...

Perfeito. É bom afogarmo-nos no amor.

Ana disse...

Um final sublime:)
mais uma crónica que me deixou com pele de galinha:) **

Anónimo disse...

gosto do lobo antunes. mas gosto mais de ti e do que escreves teu. beijo-te.

Vanessa disse...

oh pah, depois disto até fico feliz por não saber nadar! :p

*

S. disse...

termos em quem nos afogar...que mais pedir?

Arquivo do blogue