'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

04 abril, 2008

Possível explicação do teu cheiro na minha memória

Photobucket


Quem és tu que assim vens pela noite adiante,
Pisando o luar branco dos caminhos,
Sob o rumor das folhas inspiradas?


A perfeição nasce do eco dos teus passos,
E a tua presença acorda a plenitude
A que as coisas tinham sido destinadas.

A história da noite é o gesto dos teus braços,
O ardor do vento a tua juventude,
E o teu andar é a beleza das estradas.


Sophia de Mello Breyner
Foto: Katia Chausheva

11 comentários:

un dress disse...

... e de ti nascem todas as flores

caladas :))







~ beijO

Carla disse...

imensa a beleza
bom fim de semana

Mateso disse...

...o poema, talvez....
Belo
Beijo

Por entre o luar disse...

Adorei tudinho.. imagem, poema:) sensibilidade:) sentimentos*

Beijinhos e sorrisinho grande:)

Anónimo disse...

Gosto do que a Sophia escreve.
E este poema, não foge à regra.

Tens bom gosto, para além de escreveres bem.

Um beijo.

Andreia Ferreira disse...

Anónimo: a Sophia foi uma pessoa muito especial. De uma doçura imensa, como mostra este poema. Também gosto muito dela :) E obrigada. Beijinho.

Por entre o luar: sempre tão querida, a menina :) Beijinho grande!

Mateso: :) Beijo

Carla: Deve-se à Sophia, essencialmente! Boa semana :) *

Un dress: E todos os rios, e todos os sonhos e todas as possibilidades...
Beijinho.

Ana disse...

os meus olhos ficaram na foto... as palavras... são da Sophia... não é preciso dizer mais nada:)

acolhedor este sítio;)

Vanessa disse...

tu sabes escolher tão bem as fotos, andreia!!

E a tua presença acorda a plenitude
A que as coisas tinham sido destinadas.


é mesmo isto. (e este nick cave... não posso ouvi-lo muitas vezes sob o risco de me transformar num suspiro gigante e alheado do mundo... :p)

E o teu andar é a beleza das estradas.

até dá vontade de caminhar de olhos fechados... :)

beijinho*

Queen Frog disse...

Possível explicação para ter vindo cá várias vezes e n conseguir comentar!

Esta foto deixa-me do avesso!!!

;)*

Andreia Ferreira disse...

Queen Frog: E eu ando mesmo do avesso. Continuo sem perceber muito bem como nem porquê... :) *

Vanessa: O mérito é muito mais de quem as tira :) Quanto ao resto, nem vou dizer nada, sob pena de me sairem disparates pelos dedos fora... ai... :) *

Ana: Obrigada :) A Sophia é linda linda *

joão marinheiro disse...

Gosto tanto do poema. Das memórias. As memórias sempre que balouçam por dentro.
A foto preciosa.
Abraço. Outro.

Arquivo do blogue