'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

18 abril, 2008

Esquizofrenia II

Photobucket
os números na televisão mostram-me uma realidade a que gostaria de que pertencesses. agarro o fio dessa possibilidade e bebo palavras desencontradas e cinzentas. apago as luzes e caio no ciclone que me leva a ti.
percebo que o amor é um sugador de tempo e que os meus relógios andam depressa demais.
fecho os olhos e tento lembrar-me do teu rosto.
mas esqueço-me que a Primavera é a tua casa e que eu prefiro os temporais.
[Foto: Augusto Peixoto]

13 comentários:

Por entre o luar disse...

Adorei tudo.. a conjugação da imagem e do texto.. o amor é um sugador de tmpo nisso também não tenho duvidas:)

Beijinhos grandes e sorrsisito:)

Canelita disse...

Amo esta imagem!
"O amor é um sugador de tempo"...e de que forma!...
"esqueço-me que a Primavera é a tua casa e que eu prefiro os temporais"...deliciosa contradição!
Hoje fazes-me falta por cá!:)
Beijinhos

Vanessa disse...

sempre pensei que não ligavas aos relógios... ;)

beijinho*

(a música é viciante e a imagem é de sonho... aieeee! :p)

Queen Frog disse...

Estas tuas imagens esquizofrénicas...adoro-as!

Beijinho

Gabriel Pontes disse...

Muito bom... A combinação entre a imagem e o texto está perfeita!

Bjos até logo!

Sonhos e Devaneios disse...

Lindo poema cheio de emoção sem razao..mas o que e o amor senao a falta da razao.
beijos joao

un dress disse...

relógios!?

coisas que não há...





.




.

joão marinheiro disse...

E depois somos loucos...

Mateso disse...

As horas entram e saem do tempo devorado de sentir.
Bj.

C. disse...

Gostei de "ler-te".
Os grandes amores e as grandes paixões são sempre "sugadores de tempo".

Vertigo disse...

o amor é um temporal*

verdades_e_poesia disse...

O Amor é uma palavra tão forte e tão mal pronunciada...

Anabela disse...

Mais uma vez, texto lindo.

mas não prefiras os temporais. A Primavera, além do pergume, traz cor e sensações maravilhosas.

Beijosssssssssssssss

Arquivo do blogue