'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

02 outubro, 2007

Start again

A tentar apanhar o comboio da vida

Recomeça....
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.
[Excerto: Miguel Torga]
[Foto: José Miguel de Abreu]

10 comentários:

Por entre o luar disse...

Sempre tive um fascinío por ete pequeno escerto de Miguel Torga... Gosto principalmente da parte que diz:..."de nenhum fruto queiras só metade...", nunca nos devemos contentar com o pouco, quando na verdade podemos sempre alcançar o todo:)

Gosto do blog...:)

Beijo*

Vanessa disse...

Quero voar
- mas saem da lama
garras de chão
que me prendem os tornozelos.

Quero morrer
- mas descem das nuvens
braços de angústia
que me seguram pelos cabelos.

E assim suspenso
no clamor da tempestade
como um saco de problemas
- tapo os olhos com as lágrimas
para não ver as algemas...

(Mas qualquer balouçar ao vento me parece Liberdade.)


José Gomes Ferreira

(...)

Bruna Pereira disse...

:)

Recomeçar é o dobro de valente que começar.
É querer muito o futuro duas vezes.
Força. Força.

Um beijinho**

Andreia Ferreira disse...

:) Obrigada!!!

Um abraço a todas!

s. disse...

gostei :) não conhecia. obrigado.

Andreia Ferreira disse...

S. :)

Abssinto disse...

Adoro combóios, "farto-me" de escrever sobre eles. Tens aqui um agradável espaço, sóbrio e bonito. Por tudo isso e para me actualizar com a poesia, vou-te linkar.

até já.
bj

MJ disse...

Há momentos na vida em que é dificil não perder o "comboio da vida", outros nem tanto, há dias...

Gosto de Miguel Torga!

Vertigo disse...

Lindo,o blog,e tudo*

beijinho

Andreia Ferreira disse...

Abssinto: Obrigada. Vou fazer o mesmo :)

Vertigo: Obrigada. Beijinho!

Arquivo do blogue