'Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes! E eu acreditava. Acreditava porque ao teu lado todas as coisas eram possíveis'

21 maio, 2007

Who will love me now?


In the forest is a monster, It has done terrible things, So in the wood it's hiding, And this is the song it sings. Who will love me now? Who will ever love me? Who will say to me "You are my desire, I set you free?" (Who will love me now?) Who will forgive and make me alive? Who will bring me back to the world again? In the forest is a monster, And it looks so very much like me, Will someone hear me singing? Please save me, please rescue me. Who will love me now? Who will ever love me? Who will say to me "You are my desire, I set you free?". Who will love me now? Who will ever love me? Who will say to me "You are my desire, I set you free?". (Who will love me now?) (Who will ever love me?)


P. J. Harvey


(Descoberta numa conversa de final de tarde com uma menina que diz ter Voz Calada.
Fica aqui o registo porque há músicas que parecem ter sido feitas para nós. Músicas que não nos cabem apenas nos ouvidos, nem sequer na voz, mas nos enchem o corpo. Esta é uma delas.)
[Foto: Augusto Peixoto]

12 comentários:

Cristina Nobre Soares disse...

Mas que nos cabem na emoção que nos faz arrepiar, contrair, e transbordar o corpo...

Vanessa disse...

Músicas que não nos cabem na voz nem nos ouvidos... aquelas que nos enchem o corpo. Sim, é dessas que eu também gosto. :)

Beijinho grande*

Vanessa disse...

E, sim, talvez seja por aí que se explica a minha Voz Calada... :p

Bruna Pereira disse...

Esse tipo de perguntas rebenta com as cabeças sensíveis. E parecem aproximar-se os monstros da floresta do ontem. Mas a música continua a tocar...

(Os monstros terão ouvidos?)

:)

Menina dos olhos de água disse...

:) Não sei Bruna. Mas sabes que sempre gostei de monstros...

::::::::

Um beijinho!

srta processável disse...

"certas canções que ouço cabem tão dentro de mim, que perguntar carece, como não fui eu que fiz..."

Beatriz disse...

Poderosissima essa música: o enquadramento que sugere, a voz tão doce, mergulhada em palavras tão lineares e duras, tão... tão... tão estampadas no branco dos nossos ouvidos e da nossa consciência. Só não encontro semelhança entre ti e o monstro da floresta. Só não vejo que coisas horriveis podes ter feito, como diz a música, e que portando te fazem ser para mim uma fada livre, na sua floresta de elementos :)

beijinhos

Menina dos olhos de água disse...

:) Uma fada... quem me dera...
Obrigada ;) Um beijinho!

Mateso disse...

"Who will ever love me?" We will.
Maybe not just now but someday when the dawn comes and the sun rises....
...in a lifetime, in your dream ...

LINDO...!

mitro disse...

Há músicas que dizem, o que com palavras nunca seríamos capazes de dizer.

o alquimista disse...

Passei para deixarte um feitiço de luz...

Beijinho

Cometa 2000 disse...

excelente escolha. a música é brilhante.
abana um bocadinho... faz-nos sentir meio sem chão.
:)

Arquivo do blogue